jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Zuza Miranda participa do Carnaval de Olinda e fica na expectativa para comemorar 22 anos de Bloco

O bloco do Mungunzá de Zuza Miranda e Thaís sai tradicionalmente nas quartas-feiras de cinzas nas ladeiras de Olinda

 

Foto: Ariquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda
Foto: Ariquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

O tradicional Bloco do Mungunzá de Zuza Miranda e Thaís só vai sair na quarta-feira de cinzas, mas o presidente, Zuza já está ansioso para celebrar os 22 anos de história da agremiação. Ele esteve presente neste domingo (26.02) em Olinda para curtir a festa do Momo e falou da expectativa para este ano. “Cada ano, as pessoas perguntam e se animam mais para participar”, comentou.

Uma tenda será montada às 5h da quarta-feira em frente à Igreja da Sé para distribuição de quase 5 mil copinhos de mungunzá, totalizando mais de 2 mil kg de alimento, mas só às 6h o bloco sai desfilando pelas ruas do Sítio Histórico junto com o bloco do Bacalhau do Batata.

Outra atração do Mungunzá do Zuza Miranda e Thaís é a corrida dos Monstros e Monstrinhas que ocorre há quase 10 anos. Quem chegar em primeiro lugar além de receber R$ 200,00 ganha uma cesta de alimentos não perecíveis.

“É muita emoção e paixão por Olinda e pelo bloco que todo ano fazemos o bloco para animar o folião e dar energia e força para último dia de festa com o mungunzá, orquestra, corrida dos monstros e desfile de bonecos gigantes”, destacou Zuza Miranda.
 

Foliões do Enquanto Isso arrasam com fantasias de heróis e vilões

Foto: Arquimedes Santos/Divulgação Prefeitura de Olinda
Foto: Arquimedes Santos/Divulgação Prefeitura de Olinda

Das telas do cinema e dos quadrinhos direto para as ladeiras de Olinda. Heróis e vilões tomaram conta do Alto da Sé, na Marim dos Caetés, na manhã deste domingo de Carnaval. Eles deram uma pausa nas disputas e brincaram uma folia tranquila que atraiu famílias inteiras para a festa de Momo do bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça.  As fantasias era um arraso. Os foliões investiram tempo e dinheiro para elaborar as vestes para os dias de folia.

A foliona Olindense Valqueline Bezerra marcou presença no bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça com o marido e os dois filhos, Heitor de 10 anos e Tarcísio de 4 anos. A família estava vestida como a turma do Super Mario Bros. “Todo ano a gente vem e é muito bom. Esse ano está tudo muito tranquilo, bem servido de comida e bebida com os ambulantes. Tá ótimo até para as crianças.”

Já o folião recifense Jânio Almeida foi com a esposa Niele para o Alto da Sé neste domingo. Os dois estavam vestidos como se fossem Policiais de Nova York, nos Estados Unidos. Segundo a dupla, participar do Enquanto Isso já é tradição e esse ano a fantasia tem o objetivo de homenagear todos que trabalham fazendo a segurança no Carnaval.

“Já temos essa roupa porque fazemos passeios motociclísticos e decidimos usá-la para celebrar essas pessoas que fazem nossa segurança todos os dias, mas principalmente em eventos grandiosos como o Carnaval”, comentou Jânio Almeida.

Márcio Botelho e Chiquinho destacam Carnaval de Olinda

O vice Prefeito, Márcio Botelho e o Secretário Executivo de Esportes, Chiquinho estiveram presentes neste domingo (26.02) em Olinda e destacaram a importância da cidade para o carnaval.

“Muito emocionante o povo brincando nas ruas sem violência, sem medo, nossa preocupação é com a segurança e resgatar o carnaval de antigamente com animação”, ressaltou Márcio Botelho. Já Chiquinho comentou que está gostando bastante da festa e planeja ações no Esporte para o Carnaval no próximo ano.

Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda
Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

Alegria e respeito às diferenças marcam o Camarote da Acessibilidade em Olinda

Foto: Thiago Bunzem/Pref. Olinda
Foto: Thiago Bunzem/Pref. Olinda

O domingo de Carnaval segue abraçando as diferenças em Olinda. Na terra do frevo, o importante mesmo é curtir a festa, encurtando as distâncias. O Camarote da Acessibilidade, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, recebe orquestras e diversos grupos percussivos, colocando todo mundo para remexer o corpo. A partir de hoje, o espaço localizado na praça do Carmo, passou a contar com audiodescrição para deficientes visuais e, ainda, interpretes para ajudar a vencer qualquer limitação auditiva. A palavra de ordem é a alegria.

O auditor Guilherme Carcovippa, 28, é cadeirante, utilizando as rampas de acesso e a estrutura sinalizada para chegar até o local. “Está tudo muito bem organizado, com profissionais muito atenciosos para nos atender”, opinou. Ele veio acompanhado da namorada, Thaísa Moraes, 27, que também parabenizou a iniciativa. “Um local assim é muito importante, deixando o Carnaval de Olinda ainda mais bonito”, disse. O camarote ainda dispõe de corrimões reforçados e banheiros com adaptação.

A plataforma, com vista privilegiada, possibilita a interação com troças e agremiações que desfilam pelas ruas da cidade. Quem veio conferir, não conteve o sorriso no rosto. Portadora de paralisia desde a infância, a administradora Aparecida Melo, 47, disse que o problema nunca foi motivo para deixar de curtir o Reinado de Momo. “Amo o Carnaval e espero por ele o ano inteiro. A minha cadeira de rodas acaba se transformando no meu próprio trio elétrico”, brincou, ao lado das filhas Suzana e Suellen. O Camarote da Acessibilidade vai funcionar até a próxima terça-feira, sempre das 9h às 16h.

Homem Aranha encanta foliões com a descida da caixa d’água do Alto da Sé

Há oito anos o Homem Aranha desce a caixa d’água do Alto da Sé em Olinda
Há oito anos o Homem Aranha desce a caixa d’água do Alto da Sé em Olinda

A encenação da descida do Homem Aranha da caixa d’água da Compesa, no Alto da Sé, em Olinda, quase foi suspensa por problemas judiciais. No entanto, o herói conseguiu fazer sua aparição na manhã deste domingo de Carnaval, combatendo os vilões O Caçador e Bin Laden Radical que queriam acabar com a folia e com a água do reservatório. Esta foi a oitava vez que o Spiderman participou dos festejos de Momo na cidade Patrimônio Histórico.


Este ano o Homem Aranha fez duas descidas, a primeira foi de tirolesa e a segunda no tradicional rapel pela frente da caixa d’água de 20 metros de altura. Embaixo, adultos e crianças assistiam encantados com o personagem. Muitos aplaudiram e torceram para que o Speiderman vencesse os vilões que queriam atrapalhar a brincadeira de quem passavam pela Sé nesta manhã.

A brincadeira, realizada pela Compesa há oito anos, passou a fazer parte da programação do bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça, que reúne heróis, vilões e centenas de foliões no domingo de Carnaval em Olinda. Este ano a ação ficou ameaçada após a empresa que mantém o serviço do elevador e o observatório entrar na justiça para impedir realização do evento. A Compesa, no entanto, conseguiu realizar a brincadeira para a alegria dos foliões que aguardavam a encenação.