jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Foliões do Enquanto Isso arrasam com fantasias de heróis e vilões

Foto: Arquimedes Santos/Divulgação Prefeitura de Olinda
Foto: Arquimedes Santos/Divulgação Prefeitura de Olinda

Das telas do cinema e dos quadrinhos direto para as ladeiras de Olinda. Heróis e vilões tomaram conta do Alto da Sé, na Marim dos Caetés, na manhã deste domingo de Carnaval. Eles deram uma pausa nas disputas e brincaram uma folia tranquila que atraiu famílias inteiras para a festa de Momo do bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça.  As fantasias era um arraso. Os foliões investiram tempo e dinheiro para elaborar as vestes para os dias de folia.

A foliona Olindense Valqueline Bezerra marcou presença no bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça com o marido e os dois filhos, Heitor de 10 anos e Tarcísio de 4 anos. A família estava vestida como a turma do Super Mario Bros. “Todo ano a gente vem e é muito bom. Esse ano está tudo muito tranquilo, bem servido de comida e bebida com os ambulantes. Tá ótimo até para as crianças.”

Já o folião recifense Jânio Almeida foi com a esposa Niele para o Alto da Sé neste domingo. Os dois estavam vestidos como se fossem Policiais de Nova York, nos Estados Unidos. Segundo a dupla, participar do Enquanto Isso já é tradição e esse ano a fantasia tem o objetivo de homenagear todos que trabalham fazendo a segurança no Carnaval.

“Já temos essa roupa porque fazemos passeios motociclísticos e decidimos usá-la para celebrar essas pessoas que fazem nossa segurança todos os dias, mas principalmente em eventos grandiosos como o Carnaval”, comentou Jânio Almeida.

Márcio Botelho e Chiquinho destacam Carnaval de Olinda

O vice Prefeito, Márcio Botelho e o Secretário Executivo de Esportes, Chiquinho estiveram presentes neste domingo (26.02) em Olinda e destacaram a importância da cidade para o carnaval.

“Muito emocionante o povo brincando nas ruas sem violência, sem medo, nossa preocupação é com a segurança e resgatar o carnaval de antigamente com animação”, ressaltou Márcio Botelho. Já Chiquinho comentou que está gostando bastante da festa e planeja ações no Esporte para o Carnaval no próximo ano.

Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda
Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

Alegria e respeito às diferenças marcam o Camarote da Acessibilidade em Olinda

Foto: Thiago Bunzem/Pref. Olinda
Foto: Thiago Bunzem/Pref. Olinda

O domingo de Carnaval segue abraçando as diferenças em Olinda. Na terra do frevo, o importante mesmo é curtir a festa, encurtando as distâncias. O Camarote da Acessibilidade, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, recebe orquestras e diversos grupos percussivos, colocando todo mundo para remexer o corpo. A partir de hoje, o espaço localizado na praça do Carmo, passou a contar com audiodescrição para deficientes visuais e, ainda, interpretes para ajudar a vencer qualquer limitação auditiva. A palavra de ordem é a alegria.

O auditor Guilherme Carcovippa, 28, é cadeirante, utilizando as rampas de acesso e a estrutura sinalizada para chegar até o local. “Está tudo muito bem organizado, com profissionais muito atenciosos para nos atender”, opinou. Ele veio acompanhado da namorada, Thaísa Moraes, 27, que também parabenizou a iniciativa. “Um local assim é muito importante, deixando o Carnaval de Olinda ainda mais bonito”, disse. O camarote ainda dispõe de corrimões reforçados e banheiros com adaptação.

A plataforma, com vista privilegiada, possibilita a interação com troças e agremiações que desfilam pelas ruas da cidade. Quem veio conferir, não conteve o sorriso no rosto. Portadora de paralisia desde a infância, a administradora Aparecida Melo, 47, disse que o problema nunca foi motivo para deixar de curtir o Reinado de Momo. “Amo o Carnaval e espero por ele o ano inteiro. A minha cadeira de rodas acaba se transformando no meu próprio trio elétrico”, brincou, ao lado das filhas Suzana e Suellen. O Camarote da Acessibilidade vai funcionar até a próxima terça-feira, sempre das 9h às 16h.

Homem Aranha encanta foliões com a descida da caixa d’água do Alto da Sé

Há oito anos o Homem Aranha desce a caixa d’água do Alto da Sé em Olinda
Há oito anos o Homem Aranha desce a caixa d’água do Alto da Sé em Olinda

A encenação da descida do Homem Aranha da caixa d’água da Compesa, no Alto da Sé, em Olinda, quase foi suspensa por problemas judiciais. No entanto, o herói conseguiu fazer sua aparição na manhã deste domingo de Carnaval, combatendo os vilões O Caçador e Bin Laden Radical que queriam acabar com a folia e com a água do reservatório. Esta foi a oitava vez que o Spiderman participou dos festejos de Momo na cidade Patrimônio Histórico.


Este ano o Homem Aranha fez duas descidas, a primeira foi de tirolesa e a segunda no tradicional rapel pela frente da caixa d’água de 20 metros de altura. Embaixo, adultos e crianças assistiam encantados com o personagem. Muitos aplaudiram e torceram para que o Speiderman vencesse os vilões que queriam atrapalhar a brincadeira de quem passavam pela Sé nesta manhã.

A brincadeira, realizada pela Compesa há oito anos, passou a fazer parte da programação do bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça, que reúne heróis, vilões e centenas de foliões no domingo de Carnaval em Olinda. Este ano a ação ficou ameaçada após a empresa que mantém o serviço do elevador e o observatório entrar na justiça para impedir realização do evento. A Compesa, no entanto, conseguiu realizar a brincadeira para a alegria dos foliões que aguardavam a encenação.

Campanha de prevenção ao vírus HIV aporta no Carnaval de Olinda

O folião que vem curtir o Maior Carnaval do Mundo, em Olinda, não pode bobear com a saúde. O domingo ensolarado, no tradicional Alto da Sé, recebe uma campanha de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Uma máquina inusitada, abastecida com cerca de mil preservativos, foi instalada nas imediações do largo das tapioqueiras. Quem circula pelo local está recebendo o material gratuitamente, além de obter orientações sobre o vírus HIV e outros males. A ação é desenvolvida pelo Ministério da Saúde e conta com o apoio da Prefeitura de Olinda.

A professora Joana Moura, 31, foi uma das que aprovaram a iniciativa. “É muito importante chamar a atenção para o problema. A saúde deve estar em primeiro lugar”, opinou.  O secretário municipal de Saúde, Eud Johnson, também acompanhou de perto a distribuição e conversou com o público. “São ações de impacto fundamental para a assistência. Faz parte de um trabalho que será desenvolvido em Olinda durante todo o ano”, explicou, lembrando o centro de referência na cidade para o segmento, a Policlínica Barros Barreto, localizada no bairro do Carmo.

O turista mato-grossense Gabriel Ferreira, 28 anos, veio a Olinda, pela primeira vez, para conferir a espontaneidade do Carnaval. Para ele, que não dispensou a fantasia para percorrer as ladeiras, o momento é propício para o alerta. “Acho fundamental por ser uma época de paixões repentinas, aumentando a exposição. Todo mundo tem que ficar ligado”, disse. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a estratégia se baseia no programa nacional de combate, baseado na prevenção, teste e tratamento, com incentivo ao acompanhamento logo após diagnóstico.

Homem da Meia Noite homenageia cultura negra com muita irreverência em Olinda

Homem da Meia Noite desfila no 85 de tradição. Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda
Homem da Meia Noite desfila no 85 de tradição. Foto: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

Com o tema “Negro Rei”, o Homem da Meia Noite saiu irreverente pelas ladeiras de Olinda em mais um tradicional desfile. O calunga que completou 85 anos de história e de cultura, homenageou este ano, a resistência negra e a cultura do Terreiro de Xambá.

Quem ficou até a madrugada para conferir o desfile nas ruas do Sítio Histórico caiu na folia junto com o anfitrião e ficou encantado com a beleza da vestimenta do Boneco e da alegria contagiante. O tradicional desfile do Homem da Meia Noite sai pontualmente a meia noite do sábado de Zé Pereira.

 

Em Olinda, show de Alceu Valença é adiado para a próxima quarta

O show de Alceu Valença, que aconteceria hoje, às 22h, no Polo Bajado, na Vila Olímpica de Rio Doce, foi adiado para a próxima quarta-feira (1º), às 14h, no mesmo local. Com a mudança, o artista, que abriu o Carnaval de Olinda nesta quinta, 23, também vai fazer o encerramento da festividade. Os grupos Faringes da Paixão, Zinho e Paulina e É o Jeito, que estão na grade de programação do dia, vão se apresentar normalmente. O evento começa às 21h.

Foliões podem contar com Policlínica Barros Barreto durante o Carnaval

“Estamos juntos e somos todos”. É com esse lema que a Secretaria de Saúde de Olinda vai trabalhar e transmitir a ideia para o folião durante esse Carnaval de 2017. A Policlínica Barros Barreto, no Carmo vai funcionar durante 24h por dia com equipe de cerca de 30 profissionais por plantão, entre médicos, enfermeiros, técnicos e serviços gerais. Além disso, a unidade conta com seis ambulâncias, sendo duas na base e quatro espalhadas nos polos.

A Policlínica atua como urgência em todas as áreas e dependendo do caso, o paciente pode ser transferido para outros hospitais como o Tricentenário, no Bairro Novo.

Este é o primeiro ano que Olinda conta com ações conjuntas de três vigilâncias. “Agora temos ações em vigilância ambiental (para identificar possíveis focos de dengue, colocar larvicidas e remover locais com mosquitos), vigilância sanitária (inspeção no comércio informal e formal para vistoriar alimentos e bebidas) e vigilância epidemiológica (acompanhamento em uma sala para notificar algum tipo de virose e surtos), explicou o diretor de Vigilância em Saúde, João Bosco.

Durante os festejos, profissionais da saúde vão estar em polos para distribuir preservativos. Além disso, voluntários vestidos de bonecos vão convidar os foliões para participar da ação “Fique Sabendo”, que é um teste rápido para identificar HIV com resultado saindo em meia hora.

Segundo a Coordenadoria do Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis, serão distribuídas mais de 500 mil camisinhas durante todos os dias festas. Entre os pontos que serão feitas essas ações estão nos polos do Carmo, nos quatro cantos e Largo do Amparo, no Bonsucesso. “Trabalhar na prevenção é nosso objetivo”, ressalta o Coordenador do Carnaval da Secretaria de Saúde de Olinda, Pedro Henrique.

Pedro Henrique orienta também o folião sobre a importância de líquido. “Quem for curtir deve beber em média de dois a três litros de água por dia”. Ele recomenda para os foliões comerem frutas e passarem protetor solar para evitar insolação.

Antes do início da folia de Momo, a administração municipal realizou a vacinação de profissionais da própria Secretaria de Saúde, tapioqueiras e taxistas. O grupo recebeu a vacina tríplice viral que imuniza contra tétano, coqueluche e difteria.