jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Olinda comemora Carnaval alegre e de paz

Foto: Vinícius Rodrigues/Pref.Olinda
Foto: Vinícius Rodrigues/Pref.Olinda

E na Quarta de Cinzas Olinda comemora a bela contribuição que deu para a maior festa do calendário cultural de Pernambuco. A Prefeitura de Olinda parabeniza todos os foliões que trouxeram para os quatro cantos da cidade, o brilho, a alegria e a irreverência que tomaram conta das ladeiras durante os festejos de Momo.

“Mais uma vez conseguimos realizar um Carnaval tranquilo, sem ocorrências graves, e muito alegre. O personagem principal foi o folião que mostrou toda a riqueza da cultura pernambucana. O papel da prefeitura é dar a estrutura necessária para que as pessoas venham brincar em paz e segurança e encontre aqui o verdadeiro carnaval de rua”,  exaltou o prefeito Renildo Calheiros.

A cidade Patrimônio Cultural da Humanidade recebeu 2,8 milhões de foliões e cerca de 190 milhões foram injetados na economia do município. De acordo com levantamento da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, a ocupação hoteleira foi de 98% nos hotéis e pousadas durante o período carnavalesco.

Segundo dados da Polícia Militar, nenhum óbito foi registrado. A Guarda Municipal ressaltou que não identificou danos ao patrimônio público. Da parte cultural, foram mais de 500 atrações distribuídas entre os nove polos de animação espalhados pelos quatro cantos da cidade e programação de rua.

Multidão em frente à prefeitura de Olinda, no Carnaval 2016. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda
Multidão em frente à prefeitura de Olinda, no Carnaval 2016. Foto: Luiz Fabiano/Pref.Olinda

 

Carnaval em números:

  • Nenhum óbito foi registrado pelas unidades de pronto atendimento da cidade. 
  • Nenhum dano foi registrado contra o patrimônio histórico de Olinda.
  • 2,8 milhões de foliões.
  • 190 milhões injetados na economia da cidade.
  • Mais de 500 agremiações nas ruas e no polos de animação.
  • 1.386 pessoas perderam documentos e podem recuperar na sede da Guarda Municipal.
  • 2.075 atendimentos de saúde.
  • Mais de 20 mil preservativos distribuídos.
  • 670 toneladas de lixo recolhidas e a coleta seletiva recolheu 50 toneladas de material reciclável.
  • 480 mil litros de água utilizados para a limpeza da cidade.
  • 217 km de gambiarra e 79 refletores foram utilizados na iluminação.
  • 376 pessoas foram atendidas no camarote da acessibilidade na praça do Carmo.
  • 09 acidentes de trânsito sem vítima fatal.
  • Foram lavradas 200 multas de trânsito, em sua maioria por estacionamento irregular.
  • 3.746 carros utilizaram o estacionamento legal.
  • 13.111 mil pessoas utilizaram o ônibus do Estacionamento Legal.
  • Troca de mais de 10 mil garrafas de vidro por vasilhames de plástico.
  • 10 mil crianças foram identificadas no Pólo Infantil da Praça do Carmo durante os 4 dias.

Leia mais

#CarnavaldeOlinda em 2014 foi uma festa de paz

Em 2014 os festejos de Momo na cidade Patrimônio Cultural da Humanidade, Olinda, recebeu 2,7 milhões de foliões. De acordo com o levantamento da Prefeitura de Olinda, foram injetados mais de R$ 150 milhões na economia do nosso município. A ocupação hoteleira foi de 98% nos hotéis e pousadas durante o período carnavalesco.

Outro ponto positivo foi a segurança. Em Olinda houve uma redução significativa da violência na cidade e nenhum óbito foi registrado durante o Carnaval.

Cerca de 500 agremiações e 196 atrações de palco animaram a festa. Nosso polo infantil, que funcionou na praça do Carmo, cadastrou 15 mil foliões mirins. Foram realizadas oficinas de dança, contação de histórias, shows, brincadeiras de roda, desfiles de agremiações e bonecos gigantes. Entre os principais focos de animação de “chão” estão as ruas São Bento, Prudente de Morais, 27 de Janeiro, Amparo, 13 de Maio, Bonfim, Bernardo Vieira de Melo e Av. Liberdade.

Entre os dados de destaque:

  • Nenhum óbito foi registrado pelas unidades de pronto atendimento da cidade.
  • Nenhum dano foi registrado contra o patrimônio histórico de Olinda.
  • 500 agremiações nas ruas.
  • 196 atrações de palco nos 11 polos da cidade.
  • 610 documentos perdidos.
  • 3.837 atendimentos de saúde.
  • Mais de 160 mil preservativos distribuídos.
  • A faixa etária que predomina no Carnaval é entre 26 a 35 anos.
  • 460 toneladas de lixo recolhidas e a coleta seletiva recolheu 32.250 quilos de material reciclável.
  • 300 mil litros de água utilizados para a limpeza da cidade.
  • 100 pessoas/dia atendidas nos camarotes da acessibilidade no polo Fortim e praça do Carmo.
  • 22 boletins de ocorrência de trânsito, entre eles 02 acidentes, nenhum com vítima fatal.
  • Troca de garrafas de 2.187 garrafas de vidro por vasilhames de plástico em diversos pontos da cidade.

Leia mais

Prévias carnavalescas apresentam números positivos de segurança e saúde

A segurança pública é uma responsabilidade do Estado, que é provocado pelo governo municipal em momentos como o Carnaval.
A segurança pública é uma responsabilidade do Estado, que é provocado pelo governo municipal em momentos como o Carnaval.

Prévias cada vez mais tranquilas. Esse foi o balanço da reunião da comissão de avaliação e planejamento das prévias carnavalescas em Olinda. De acordo com o levantamento realizado pela Polícia Militar e Secretaria de Saúde de Olinda durante a reunião de monitoramento das prévias, que acontece toda terça-feira, o último final de semana (8 e 9 de fevereiro) no Sítio Histórico foi bastante tranquilo.

A equipe de Vigilância Sanitária de Olinda realizou oito inspeções em restaurantes da Cidade Alta e fez 160 vistorias no comércio informal de alimentos e bedidas. Nenhuma irregularidade foi encontrada.

Já a Polícia Militar/Companhia Independente de Apoio ao Turista (CIATur), contabilizou apenas seis ocorrências de pessoas que precisaram ser recolhidas, todas elas maiores de idade.

O motivo do recolhimento, segundo o Major Ronaldo, comandante da CIATur, foram desacato à autoridade, consumo de entorpecentes e agressão física. O efetivo da Polícia Militar/CIATur contou com 202 policiais militares, além de 51 guardas municipais.

Para denunciar problemas de segurança no Sítio Histórico, entre em contato com a Central da CIATur pelo telefone (81) 3181.3703. O atendimento é realizado 24 horas por dia.

Gestores fazem avaliação positiva das prévias do último final de semana

Na hora de fazer um lanche, é importante observar se o estabelecimento possui o adesivo de fiscalização da vigilância sanitária e checar quando foi feita a última vistoria.
Na hora de fazer um lanche, é importante observar se o estabelecimento possui o adesivo de fiscalização da vigilância sanitária e checar quando foi feita a última vistoria.

Final de semana tranquilo no Sítio Histórico. Essa foi a avaliação da equipe composta pelo Prefeito Renildo Calheiros e por representantes de secretarias municipais de Olinda, Polícia Militar/CIATur e Polícia Civil durante a reunião de balanço das prévias de Olinda, que é realizada todas as terças-feiras.

O monitoramento de ocorrências nas ruas do Sítio Histórico da CIATur/Polícia Militar junto com a Guarda  Municipal apresenta números positivos para o último domingo (26). Foram 42 pessoas retiradas de circulação, sendo 13 adultos e 29 jovens com menos de 18 anos. No domingo anterior (19), o número foi bem maior: 198 pessoas retiradas de circulação, sendo 148 menores e 50 adultos.

Os bloqueios fixados pela Secretaria de Trânsito e Transporte também ajudaram a manter seguro quem circulava pelas ruas. De acordo com o monitoramento da Diretoria de Trânsito de Olinda não houve ocorrências significativas no último domingo. “Esse domingo foi bem tranquilo e a tendência é continuar assim, pois estamos fazendo um trabalho preventivo, orientando os condutores”, analisou Gerlan Nunes, diretor de Trânsito de Olinda. Este foi o terceiro domingo de bloqueios montados em cinco pontos de acesso ao Sítio Histórico.

Os agentes de Controle Urbano fizeram a troca de garrafas de vidro por garrafas plásticas em seis pontos do Sítio Histórico.
Os agentes de Controle Urbano fizeram a troca de garrafas de vidro por garrafas plásticas em seis pontos do Sítio Histórico.

O cuidado com os alimentos oferecidos e o porte de garrafas de vidro também foram alvo de ações da Prefeitura. Durante o domingo, os agentes de vigilância sanitária realizaram a vistoria de 200 estabelecimentos informais e recolheram 10 produtos inadequados ao consumo. Já a equipe de controle urbano, realizou a substituição de 180 garrafas de vidro por garrafas plásticas. Os agentes de controle urbano também atuaram no apoio à equipe de vigilância sanitária, fiscalizando os comerciantes informais.

“Há alguns locais onde é proibida a manutenção de comércio como barracas e tabuleiros. Então nossos agentes fiscalizam e orientam nesse sentido”, explicou Roniel Benício, diretor de Controle Urbano de Olinda.

Prefeitura de Olinda divulga os números do carnaval 2012

Bloco da Paz descendo a ladeira da Rua 15 de Novembro. Foto: Jan Ribeiro/Pref. Olinda
Bloco da Paz descendo a ladeira da Rua 15 de Novembro. Foto: Jan Ribeiro/Pref. Olinda

Blocos, passistas, orquestras de frevo, bonecos gigantes, cortejos, encontros de maracatus rurais, shows, polos. O Carnaval de Olinda é conhecido por ser uma grande festa popular de rua e em 2012, o público que foi ao Sítio Histórico teve o melhor desta festa. Um total de 800 blocos e 500 orquestras itinerantes fizeram a alegria do folião e toda esta quantidade de agremiações, desfiles e shows torna até difícil escolher os pontos de destaque deste carnaval.

Dentre toda a programação, os desfiles históricos dos blocos que comemoraram aniversários de datas redondas com certeza abrilhantaram ainda mais a festa. O Vassourinhas comemorou 100 carnavais e participou de encontro inédito com o Clube Vassourinhas do Recife na terça-feira. O clube Elefante de Olinda completou 60 anos; a troça Ceroula, 50; Patusco, 50; enquanto a Marim dos Caetés celebrou 30 anos. Sem contar o mais famoso folião da cidade, o Homem da Meia Noite, que completou 80 anos e desfilou no sábado e na segunda-feira. O Cariri, que tem 91 carnavais, desfilou pela primeira vez na terça-feira de Carnaval à noite, fechando a festa. Leia mais