Prévia do bloco Hoje a Mangueira Entra anima o fim de semana em Olinda

O Bloco “Hoje a Mangueira Entra”, fará prévia no próximo sábado, dia 25 de janeiro, no Centro Luiz Freire. Foto: Divulgação/Hoje a Mangueira Entra
O Bloco “Hoje a Mangueira Entra”, fará prévia no próximo sábado, dia 25 de janeiro, no Centro Luiz Freire. Foto: Divulgação/Hoje a Mangueira Entra

Dia 25 de Janeiro, sábado, tem Prévia do bloco Hoje a Mangueira Entra. A festa acontece no Centro Luiz Freire, localizado na Rua 27 de Janeiro. A animação tem início às 17h e previsão para acabar às 2h do dia 26 janeiro.

Para fazer o clima ferver, haverá apresentações do Samba Verde e Rosa, com Cris Galvão e Nosso Samba é Assim, Banda Eddie, além de discotecagem de Bob Silva.

A entrada custa R$ 40 (inteira) e R$ 25 (meia). Os ingressos estão sendo vendidos na TAX (Boa Viagem), Avesso (Graças), Lauritzen (Rosarinho) e Período Fértil (Olinda).

O bloco Hoje a Mangueira Entra surgiu como a maioria das agremiações carnavalescas, de uma brincadeira pelas ruas de Olinda em pleno sábado de Carnaval. Passaram-se 20 anos e hoje arrasta mais de 2 mil pessoas pelas ladeiras da cidade, ao som do samba e muita animação.

Para conferir todas as atrações das Prévias do próximo final de semana (24 a 26 de janeiro), acesse o link: http://bit.ly/1f46SEu

Bloco Folia sem Idade anima nas ladeiras de Olinda

Centenas de pessoas acompanharam a agremiação, que promoveu a escolha do rei e da rainha do carnaval - Foto: Secretaria de Saúde de Olinda
Centenas de pessoas acompanharam a agremiação, que promoveu a escolha do rei e da rainha do carnaval - Foto: Secretaria de Saúde de Olinda

A animação do bloco Folia sem Idade contagiou os foliões que passaram pelas ladeiras do Sítio Histórico, na manhã desta quinta-feira (16).  O evento, que foi organizado pelo Conselho Municipal de Direitos do Idoso de Olinda (COMDIO), e teve apoio da Coordenação da Saúde do Idoso da Secretaria de Saúde de Olinda, mostrou que o folião da terceira idade também gosta de frevo.  A festa começou às 8h com concentração na Praça Laura Nigro, Ribeira, seguindo percurso pela rua de São Bento e retornando ao local de saída.

Foi em ritmo de frevo que os candidatos a rei e rainha dos idosos tentaram convencer os jurados de que mereciam conquistar a coroa. Mas, a premiação ficou mesmo com Luis Sebastião, 75, e Nizete, 72, que prometeram honrar o posto com muita animação durante o ano. A rainha ainda levou o título de melhor fantasia com um vestido confeccionado com tampinhas de lata de refrigerante.  O grupo mais animado ficou com o abrigo Nossa Senhora da Conceição.

Cerca de 200 idosos acompanharam o desfile. A festa terminou com uma feijoada (ligth) no Abrigo Nossa Senhora de Lourdes, na Praça Laura Nigro.

Enquanto isso…

Enquanto Isso Na Sala da Justiça - Foto: Pire/Pref.Olinda
Enquanto Isso Na Sala da Justiça - Foto: Pire/Pref.Olinda

A concentração da Sala da Justiça matém a tradição de reunir a maior concentração de fantasias irreverentes por metro quadrado. Pelo 16º ano consecutivo, os mocinhos e vilões se encontram no Alto da Sé em nome da folia.

O bloco começou como uma brincadeira de amigos e hoje recebe os mais variados personagens: Super Mercado, Super Tamporoso, Shrek, Lanterna Verde, Jack Sparrow, vale tudo em nome da alegria do domingo de Carnaval de Olinda.

Hoje, o bloco reúne milhares de pessoas, que descem a Ladeira de São Fracisco rumo à Avenida Sigismundo Gonçalves em direção ao Varadouro.

A onda verde e rosa

Bloco Hoje a Mangueira Entra. Foto: Pire/Pref.Olinda
Bloco Hoje a Mangueira Entra. Foto: Pire/Pref.Olinda

Na esquina das ruas Coronel Joaquim Cavalcanti e Boa Hora já começaram os primeiros aderentes do bloco Hoje a Mangueira Entra. Previsto para sair às 16h, a agremiação é famosa por sua roda de samba, que esquenta os foliões na concentração a partir das 14h.

A brincadeira surgiu há 19 anos através de cinco amigas devotas da famosa escola de samba carioca. De lá pra cá, A Mangueira é famosa por reunir intelectuais e músicos como Mônica Feijó, Junio Barreto e Fabinho Trummer, que sempre fazem participações especiais na roda de samba. A partir das 14h, o bloco sai pelas ladeiras animado por uma orquestra de frevo.

Sem rumo e sem direção tem percurso novo a cada ano

Bloco sem rumo e sem direção. Foto: Adelaide Ribeiro
Bloco sem rumo e sem direção. Foto: Adelaide Ribeiro

“Sem rumo e sem direção” desce e sobe as ladeiras de Olinda como manda o próprio nome: sem direção. O bloco foi criado, há 14 anos, por Antonio Pereira que percebeu a crescente movimentação de foliões pela cidade histórica e resolveu criar uma agremiação sem percurso delimitado para driblar a multidão.

“Assim escolhemos na hora por onde devemos ir, evitando ruas cheias ou com troças passando”, diz o fundador do bloco com cerca de 800 pessoas.

Cachorro fugiu segue agora em direção à Estrada de Bonsucesso

A agremiação “O cachorro fugiu” animou o entorno da sede Prefeitura de Olinda com sua orquestra dedicada puramente ao frevo e  agora segue em direção à Estrada de Bonsucesso.

Seu fundador, Alexandre Carvalho, criou o bloco em homenagem ao seu irmão, que sempre sumia no período de carnaval. O jovem bloco está no seu terceiro ano e tem cerca de uma centena de seguidores.