Site Oficial do Carnaval de Olinda

Sala da Justiça faz a farra de marmanjos e da molecada

http://www.flickr.com/apps/slideshow/show.swf?v=71649 Nos meados dos anos 90 do século passado, o Carnaval de Olinda andava meio chato. Fora os grandes blocos - Pitombeira, Elefante, Patuscos, Ceroula - não havia muita novidade. Um belo dia, meu amigo Tuco teve uma idéia: levar os vilões e super-heróis da TV e dos HQs para as ladeiras da cidade. Ele me disse: "Betão, que tal criar um bloco para animar as crianças que saem nos blocos infantis. tipo 'Eu Acho é Pouquinho' e 'Ceroulinha'?". Eu respondi: "Negão, vai dar errado, mas eu ajudo no que você precisar". Naquele dia (não me recordo precisamente a data) nascia o "Enquanto Isso, na Sala da Justiça". O próximo passo seria reunir a moçada interessada. Convocamos meia dúzia de amigos e marcamos o encontro para a casa de um amigo nosso - Mané. Era dezembro de 1994. Claro que todo mundo adorou a idéia. Eu, cético como sempre, discordei do nome. Considerava-o muito grande. Votação. Fui derrotado por seis a um. Próximo passo: a primeira festa. Reunimos uns trocados, dividimos as tarefas, e a festa rolou no início de 1995, na casa de Mané, pertinho dos 4 Cantos. Sucesso total.

Continuar lendo
Fechar Menu