jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Camarote da Acessibilidade leva a folia às pessoas com deficiência

O Carnaval mais democrático do mundo também tem um espaço para que as pessoas com deficiência possam cair na folia. É o Camarote da Acessibilidade, que está em seu quarto ano, e disponibiliza um espaço climatizado e com suporte médico destinado a pessoas com qualquer tipo de necessidades especiais (física, intelectual, visual e auditiva) e também para idosos com dificuldades de locomoção.

Localizado na Praça do Carmo, próximo ao Mourisco, o local funciona desde sábado (14) até a terça-feira (17) e tem a capacidade de receber até 100 pessoas. Ele está equipado com sinalização, rampas de acesso e corrimões, banheiros adaptados para cadeirantes, audiodescrição para deficientes visuais e intérprete de libras para deficientes auditivos.

Usuário do camarote, Tiago Saúde demonstrou alegria de um espaço como esse para o folião com deficiência. “Todos os anos venho para cá e acho muito especial para gente. Queremos brincar Carnaval e nem sempre temos lugares acessíveis para gente. Para quem gosta de brincar Carnaval, aqui é perfeito”, afirmou.

 

Camarote da Acessibilidade funciona na Praça do Carmo

Foto: Diego Galba
Foto: Diego Galba

O Carnaval mais democrático do mundo também tem um espaço para que as pessoas com deficiência possam cair na folia. É o Camarote da Acessibilidade, que está em seu quarto ano, e disponibiliza um espaço climatizado e com suporte médico destinado a pessoas com qualquer tipo de necessidades especiais (física, intelectual, visual e auditiva) e também para idosos com dificuldades de locomoção. “É um espaço agradável, animado e confortável para que a pessoa com deficiência possa brincar o Carnaval de Olinda”, declara Gilson Diniz, coordenador do Camarote da Acessibilidade.

Localizado na Praça do Carmo, próximo ao Mourisco, o local funciona desde o ultimo sábado (14) até a terça-feira (17). Ele está equipado com sinalização, rampas de acesso e corrimões, banheiros adaptados para cadeirantes, audiodescrição para deficientes visuais e intérprete de libras para deficientes auditivos.

Há ainda uma rota acessível, que sai da Praça dos Correios e margeará a Praça do Carmo até o Camarote. O deficiente que tem carro poderá passar pela barreira, munido da credencial de livre acesso. O estacionamento fica próximo à policlínica Barros Barreto, e terá em torno de 20 vagas, só para pessoas com deficiência.

O camarote é uma ação Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos (SDSCDH), em parceria com a Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD) do Governo do Estado. Os participantes foram cadastrados previamente de 23/01 até 10/02.

Camarote da Acessibilidade leva a folia para as pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção

O local funcionará na Praça do Carmo do sábado (14) até a terça-feira (17). Foto: Ádria de Souza/Pref.Olinda
O local funcionará na Praça do Carmo do sábado (14) até a terça-feira (17). Foto: Ádria de Souza/Pref.Olinda

O Carnaval mais democrático do mundo também tem um espaço para que as pessoas com deficiência possam cair na folia. É o Camarote da Acessibilidade, que está em seu quarto ano, e disponibiliza um espaço climatizado e com suporte médico destinado a pessoas com qualquer tipo de necessidades especiais (física, intelectual, visual e auditiva) e também para idosos com dificuldades de locomoção. “É um espaço agradável, animado e confortável para que a pessoa com deficiência possa brincar o Carnaval de Olinda”, declara Gilson Diniz, coordenador do Camarote da Acessibilidade.

Localizado na Praça do Carmo, próximo ao Mourisco, o local funcionará do sábado (14) até a terça-feira (17) e tem a capacidade de receber até 100 pessoas. Ele está equipado com sinalização, rampas de acesso e corrimões, banheiros adaptados para cadeirantes, audiodescrição para deficientes visuais e intérprete de libras para deficientes auditivos.

Haverá ainda uma rota acessível, que sai da Praça dos Correios e margeará a Praça do Carmo até o Camarote. O deficiente que tem carro poderá passar pela barreira, munido da credencial de livre acesso. O estacionamento fica próximo a policlínica Barros Barreto, e terá em torno de 20 vagas, só para pessoas com deficiência.

O camarote é uma ação Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos (SDSCDH), em parceria com a Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD) do Governo do Estado. Os participantes foram cadastrados previamente de 23/01 até 10/02.

Um Carnaval Acessível e Democrático

Um Carnaval Acessível a Todos Foto: Marcelo Soares/ Pref. Olinda
Um Carnaval Acessível a Todos Foto: Marcelo Soares/ Pref. Olinda

O Carnaval de Olinda, conhecido por seu caráter democrático, inclui ainda mais com o Camarote da Acessibilidade. Um espaço climatizado e com suporte médico destinado a pessoas com qualquer tipo de necessidades especiais (física, intelectual, visual e auditiva) e também para idosos com dificuldades de locomoção. Localizado na Praça do Carmo, próximo ao Mourisco, ele está equipado com sinalização, rampas de acesso e corrimões, banheiros adaptados para cadeirantes, audiodescrição para deficientes visuais e intérprete de libras para deficientes auditivos. O espaço funciona das 9h às 17h, do sábado (1º) até a terça-feira (4) de Carnaval, e oferece 100 vagas por dia. Um Carnaval para Todos.

Camarote da Acessibilidade já funciona em Olinda

O Camarote da Acessibilidade já funciona em Olinda. Esse é o terceiro ano do espaço, que foi ampliado para o Carnaval 2014. Já é o segundo ano com banheiro, sala climatizada, maca, apoio de médicos, técnicos de enfermagem da Policlínica Barros Barreto. O espaço conta ainda com intérprete de Libras, monitores capacitados pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, para dar todo o suporte necessário. Uma orquestra de frevo anima o ambiente.

Haverá ainda uma rota acessível, que sai da Praça dos Correios e margeará a Praça do Carmo até o Camarote. O deficiente que tem carro poderá passar pela barreira, munido da credencial de livre acesso. O estacionamento fica próximo a policlínica Barros Barreto, e terá em torno de 20 vagas, só para pessoas com deficiência.

O espaço está localizado na Praça do Carmo e funcionará de hoje (1) a 4 de março, sempre das 9h às 17h.

Camarote da acessibilidade traz inclusão para o Carnaval de Olinda

Esse é o terceiro ano do Camarote da Acessibilidade, que foi ampliado para o Carnaval 2014. Foto: Ádria de Souza/Pref.Olinda
Esse é o terceiro ano do Camarote da Acessibilidade, que foi ampliado para o Carnaval 2014. Foto: Ádria de Souza/Pref.Olinda

Estão abertas as inscrições para cadastramento de pessoas com deficiência e idosos com mobilidade reduzida, que desejem utilizar o Camarote da Acessibilidade, no carnaval de Olinda. O espaço estará localizado na Praça do Carmo e funcionará de 1 a 4 de março, sempre das 9h às 17h.

Segundo o assessor técnico da Coordenadoria de Inclusão das Pessoas com Deficiência de Olinda, Geziel Bezerra, “o camarote foi uma proposta do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Olinda, e é importantíssimo por promover inclusão da pessoa com deficiência no Carnaval de Olinda. Ainda mais sendo uma festa de rua, onde normalmente o cadeirante não brinca, por conta da dificuldade de locomoção”.

Esse é o terceiro ano do camarote, que foi ampliado para o Carnaval 2014. Já é o segundo ano com banheiro, sala climatizada, maca, apoio de médicos, técnicos de enfermagem da Policlínica Barros Barreto. O espaço conta ainda com intérprete de Libras, monitores capacitados pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, para dar todo o suporte necessário. Uma orquestra de frevo anima o ambiente.

Haverá ainda uma rota acessível, que sai da Praça dos Correios e margeará a Praça do Carmo até o Camarote. O deficiente que tem carro poderá passar pela barreira, munido da credencial de livre acesso. O estacionamento fica próximo a policlínica Barros Barreto, e terá em torno de 20 vagas, só para pessoas com deficiência.

O pré-cadastramento pode ser feito na Coordenadoria de Inclusão de Pessoas com Deficiência, até o dia 27/02, pelo telefone: (81) 3429.6777, ou pelo e-mail: desenvolvimentosocial@olinda.pe.gov.br.

Foliões curtem a Folia de Momo no Camarote da Acessibilidade

Foliões curtem o Carnaval de Olinda no Camarote da Acessibilidade. Foto: Williams Aguiar/Pref.Olinda
Foliões curtem o Carnaval de Olinda no Camarote da Acessibilidade. Foto: Williams Aguiar/Pref.Olinda

Localizado no Carmo, o Camarote da Acessibilidade proporcionou conforto e muita diversão a todos que possuem necessidades especiais. Além de curtir a folia com toda segurança necessária, os foliões tiveram à sua disposição serviços como intérpretes de línguas, áudio descrição, sala climatizada com a oferta de serviços médicos para auxiliar aqueles que possuem dificuldade de locomoção e distribuição de lanches.

O serviço começou no sábado e seguiu até a terça-feira. O projeto foi iniciado pelo Governo do Estado e é o segundo ano que acontece em Olinda, sendo executado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do município. “Todo folião tem o direito de brincar o carnaval com segurança”, ressalta Márcio Barros, supervisor da iniciativa.

A previsão é que uma média de 450 pessoas tenham passado pelo local durante os quatro dias de folia. “A ideia foi fantástica e a atenção das pessoas aqui conosco é maravilhosa. Gostei muito porque pude vir curtir a festa sem medo”, explica, entusiasmada, a cadeirante Ana Maria Rocha.

Camarote da Acessibilidade garante a folia dos Idosos

O público idoso que quiser participar do carnaval de Olinda com conforto e segurança é só procurar o Camarote da Acessibilidade. O serviço está funcionando na Praça do Carmo, das 10 h às 22h, até a terça-feira(21). Pessoas com deficiência também tem lugar garantido no local, totalmente adaptado com rampas, banheiros acessíveis e até sala de cateterismo.

Esta é uma ação da Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, executada pela Coordenadoria da Pessoa com Deficiência.