jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

“Bom demais, bom demais, bom demais, bom demais”

Daqui a pouco, grande festa de abertura do Carnaval de Olinda 2013 com J. Michiles, Alceu Valença e Orquestra Contemporânea de Olinda.

Falando nisso, a composição desse frevo é de J. Michiles, um dos homenageados do #CarnavalDeOlinda!

J. Michiles prestigia carnaval de Olinda

Prefeito Renildo Calheiros com o compositor J. Michiles - Carnaval 2012
Prefeito Renildo Calheiros com o compositor J. Michiles - Carnaval 2012

O artista é compositor de frevos como “Diabo Loiro” e “Bom Demais” imortalizados na voz de Alceu Valença

Ilustres ícones da cultura pernambucana continuam a prestigiar o carnaval de Olinda. Nesta terça-feira, foi a vez de compositor de frevos Jota Michiles, autor de canções que se tornaram o hino para os foliões que frequentam as ladeiras da Cidade Alta. Através de Diabo Loiro, Bom Demais, Me Segura Senão eu Caio e Roda e Avisa , Michiles se eterniza naquele que ele diz ser o melhor carnaval do mundo. “Não há um carnaval igual ao carnaval de Olinda”, comentou. Sobrinho de Orlando Dias – famoso compositor de boleros da década de 60, Michiles afirma que o amor pela música é de família e passou de geração para geração.

A história de Michiles começou quando o artista tinha 23 anos e ganhou o primeiro concurso de frevo com a composição “Recife, Manhã de Sol”. Apesar de a capital pernambucana ter sido tema de seu primeiro de sucesso, o autor gosta mesmo é de cantar o carnaval de Olinda.