Proteção e diversão de 0 a 17 anos no Carnaval de Olinda

Foto: Alice Mafra/ Prefeitura de Olinda

Mais uma vez a Prefeitura disponibiliza o Clube Atlântico de Olinda para receber os filhos dos ambulantes e catadores do município. O Espaço de Acolhimento estará disponível das 10h às 22h, de sábado até terça de Carnaval. Lá, os jovens recebem até cinco refeições, além de participar de atividades pedagógicas, recreativas, oficinas e diversas atrações.

Neste primeiro dia de folia, cerca de 100 menores de idade ficaram no local. O principal objetivo da Secretaria Executiva de Assistência Social e Direitos Humanos é erradicar o trabalho infantil e proteger contra o abuso e exploração de menores.

“Para os de 0 a 3 anos, nós encaminhamos para outra casa que estamos oferecendo, com berço e outros tipos de atividades mais específicas. Mas no Clube Atlântico, menores de 4 a 17 anos terão refeições 10h, 12h30, 15h, 19h e na hora de largar, 22h”, destacou a pedagoga e coordenadora do Centro de Referência da Assistência Social do Bairro Novo, Andréa Alcântara, que neste Carnaval é uma das coordenadoras gerais do Espaço de Acolhimento.

“Nosso espaço fortalece a política pública, sensibiliza a sociedade da importância desse combate ao abuso e trabalho infantil. Garantimos os direitos das crianças e adolescentes, que é brincar”, acrescentou a assistente social e diretora de Atenção Básica, Elisa Alcântara, também coordenadora geral da ação.

O Clube Atlântico de Olinda está localizado na Avenida Sigismundo Gonçalves, Carmo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fechar Menu