jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Em Olinda, comerciantes e catadores tem onde deixar os filhos enquanto trabalham no Carnaval

O Espaço de Proteção à Criança e ao Adolescente tem recebido cerca de 120 crianças por dia

Fotos: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda
Fotos: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

Enquanto os pais trabalham catando materiais recicláveis, vendendo bebidas ou lanches, os filhos tem um espaço especial para brincar e descansar durante o Carnaval em Olinda. Localizado na Praça do Carmo, o “Espaço de Proteção à Criança e ao Adolescente”, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, acolhe crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social durante todos os dias de folia, das 10h às 22h, desde o sábado (25) até a terça-feira (28).

Além de almoço, lanche e jantar, o local oferece para os pequenos atividades como oficina de dança e de percussão, brinquedos, pintura, sala de vídeo e descanso. Tem também atrações infantis que passam por lá, como Patati e Patatá, Palhaço Chocolate e Banda dos Super Heróis para fazer a festa dos pequenos. De acordo com a organização, nestes primeiros dias de carnaval o serviço tem recebido cerca de 120 crianças por dia. Os que tem idade entre 4 e 15 anos ficam na estrutura montada no Carmo, já os de colo são levados para a Casa de Passagem, que fica em Bairro Novo, para receber atenção especial.

Enquanto dezenas de crianças dançam e brincam em volta e no palco montado para as oficinas de música, o secretário de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, Wolney Queiroz, conta que os pequenos aprovam o serviço. “Nossos educadores sociais vão às ruas fazer um trabalho de sensibilização com as famílias e orientar para que os filhos sejam deixados no espaço destinado pela prefeitura. As crianças gostam muito, tem alguns que vem pra cá e não querem mais nem sair”, conta.

A pequena Stefany, de 11 anos, foi pela primeira vez ao polo, junto com o irmão mais novo, enquanto o pai “negocia nas ladeiras”, como ela mesma diz, e conta o que mais gostou de fazer junto com os educadores. “O mais legal que eu fiz aqui foi tocar um instrumento”, contou. A comerciante Eduarda Fernandes, que trabalha no Carnaval de Olinda há três anos e não tinha onde deixar a filha Emily de dois agradeceu pela iniciativa. “Eu deixava ela com a avó, mas este ano a avó está doente, então eu soube desse espaço pela minha cunhada e vim deixar ela aqui para poder trabalhar e achei muito bom”, explica.

Cerca de 40 educadores, divididos em turnos, realizam o serviço de sensibilização pelas ruas e ao todo 130 pessoas trabalham no espaço.

Tenda Cidadã receberá filhos de comerciantes em serviço no Carnaval de Olinda

Espaço funcionará das 10h às 22h do Sábado à Terça-feira. Foto: Maíra Borges/Pref.Olinda
Espaço funcionará das 10h às 22h do Sábado à Terça-feira. Foto: Maíra Borges/Pref.Olinda

Foi instalada nesta sexta-feira (27) o Pólo Folia Cidadã, o Sítio de Seu Reis (Praça do Carmo), em Olinda. O espaço, que funcionará das 10h às 22h, do Sábado de Zé Pereira à Terça-feira Gorda, será o ponto de apoio das diversas ações desenvolvidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos durante o Carnaval e também receberá a Tenda da Cidadania.

A Tenda é um local onde os comerciantes que atuam em Olinda durante a Folia poderão deixar seus filhos com segurança. crianças e adolescentes de quatro a 18 anos. No local, as crianças e jovens atendidos, que deverão ser cadastrados pelos pais no início do dia, participação de atividades recreativas e oficinas, além de receber quatro refeições diárias (dois lanches, almoço e jantar). A capacidade de atendimento por dia é de até 150 crianças e adolescentes.

As crianças menores de quatro anos levadas até a Tenda da Cidadania serão encaminhadas à Casa de Passagem e Diagnóstico de Olinda, que fica na Avenida Beira Mar, em Bairro Novo. No local, elas terão atendimento apropriado longe da folia.

Durante todo o Carnaval, 40 educadores sociais estarão nas ruas para identificar e resgatar crianças e jovens em situação de rua, trabalho infantil, uso de drogas e/ou exploração sexual. Quem for encontrado em uma dessas situações será encaminhado ao Centro de Referência da Infância e Adolescência (CRIA), que fica em Casa Caiada.

Serviço
Denúncias sobre trabalho infantil e exploração sexual de menores, disque 100

Alunos de Olinda brincam no Bloco da Paz

Em frente ao Palácio, o prefeito Renildo Calheiros frevou com sombrinha na mão ao lado dos alunos das escolas municipais de Olinda. – Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda
Em frente ao Palácio, o prefeito Renildo Calheiros frevou com sombrinha na mão ao lado dos alunos das escolas municipais de Olinda. – Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda

A alegria e o frevo no pé da criançada invadiram as ladeiras da Marin dos Caetés, nesta quarta-feira(06). O Bloco da Paz, organizado pela Secretaria de Educação do município, reuniu 44 escolas e cerca de 1200 alunos da rede de ensino. A concentração foi na Praça do Carmo, às 15h, e, do local, o animado grupo saiu pela Cidade Alta.

A iniciativa faz parte do Programa Escola Aberta, promovido pelo Ministério da Educação em parceria com estados e municípios. O objetivo é trazer para as instituições de ensino atividades complementares nas áreas de cultura, lazer e esportes.

Fundado em 2002, o Bloco da Paz trouxe, este ano, o tema “Olinda, Terra do Frevo, Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade”. “Nosso trabalho é uma parceria entre a escola e a comunidade que, além de divulgar e valorizar a rica cultura da cidade, informa e orienta as nossas crianças quanto ao combate à violência e a promoção da paz nas escolas”, explica Josiane Melo, diretora de programas e projetos educacionais de Olinda.

As crianças seguiram pela Prudente de Morais, Quatro Cantos, Ribeira e a apoteose aconteceu em frente ao Palácio dos Governadores, onde foram recepcionadas pelo prefeito da cidade, Renildo Calheiros.

Polo infantil oferece oficinas, esculturas com balões e muito mais

Polo infantil. Foto: Pire/Pref.Olinda
Polo infantil. Foto: Pire/Pref.Olinda

Os pequenos foliões têm destino certo nesse carnaval. O polo infantil, localizado na Praça do Carmo, já está funcionando à todo vapor. O espaço oferece oficinas de máscaras, pintura no rosto, escultura com balões, frevo e percussão.

Ao todo, são 35 pessoas, entre recreadores e oficineiros, se revesando no cuidado com as crianças. Além das oficinas, o polo terá atrações musicais como a banda Rock de Minissainha, Patusquinho, Piabinha de Ouro, Maracatu Estrela de Olinda, Afoxé Alafin Mimi e o arrastão com os bonecos gigantes mirins. Leia mais

Patusquinho traz 70 batuqueiros mirins para as ladeiras de Olinda

Patusquinho. Foto: Adelaide Ribeiro/Pref.Olinda
Patusquinho. Foto: Adelaide Ribeiro/Pref.Olinda

O Patusquinho acaba de passar pela sede da Prefeitura de Olinda arrastando centenas de crianças. A animação era grande entre os cerca de 80 batuqueiros mirins que vieram do bairro de Santa Tereza para fazer bonito no maior carnaval do mundo.

O Patusquinho, criado em 1990, é uma agremiação descendente do famoso Patusco,  que se apresenta no domingo e na terça de carnaval.

Crianças do Pólo Folia Cidadã desfilam esta tarde

Hoje (16), às 16h, será a saída do bloco das crianças que estão sendo atendidas no Pólo Folia Cidadã, no Parque do Carmo. O espaço, constituído por uma tenda circense, fica nas imediações da Policlínica Barros Barreto. A Prefeitura Municipal de Olinda atende no local 50 crianças diariamente, filhos de ambulantes que trabalham no carnaval, além de menores identificados em situação de trabalho pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos de Olinda.

No Pólo Folia Cidadã crianças e adolescentes participam de atividades recreativas e oficinas de frevo, coco e maracatu, customização de fantasias, fabricação de adereços, pintura e percussão. Leia mais