jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Em Olinda, comerciantes e catadores tem onde deixar os filhos enquanto trabalham no Carnaval

O Espaço de Proteção à Criança e ao Adolescente tem recebido cerca de 120 crianças por dia

Fotos: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda
Fotos: Arquimedes Santos/ Prefeitura de Olinda

Enquanto os pais trabalham catando materiais recicláveis, vendendo bebidas ou lanches, os filhos tem um espaço especial para brincar e descansar durante o Carnaval em Olinda. Localizado na Praça do Carmo, o “Espaço de Proteção à Criança e ao Adolescente”, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, acolhe crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social durante todos os dias de folia, das 10h às 22h, desde o sábado (25) até a terça-feira (28).

Além de almoço, lanche e jantar, o local oferece para os pequenos atividades como oficina de dança e de percussão, brinquedos, pintura, sala de vídeo e descanso. Tem também atrações infantis que passam por lá, como Patati e Patatá, Palhaço Chocolate e Banda dos Super Heróis para fazer a festa dos pequenos. De acordo com a organização, nestes primeiros dias de carnaval o serviço tem recebido cerca de 120 crianças por dia. Os que tem idade entre 4 e 15 anos ficam na estrutura montada no Carmo, já os de colo são levados para a Casa de Passagem, que fica em Bairro Novo, para receber atenção especial.

Enquanto dezenas de crianças dançam e brincam em volta e no palco montado para as oficinas de música, o secretário de Desenvolvimento Social, Cidadania e Direitos Humanos, Wolney Queiroz, conta que os pequenos aprovam o serviço. “Nossos educadores sociais vão às ruas fazer um trabalho de sensibilização com as famílias e orientar para que os filhos sejam deixados no espaço destinado pela prefeitura. As crianças gostam muito, tem alguns que vem pra cá e não querem mais nem sair”, conta.

A pequena Stefany, de 11 anos, foi pela primeira vez ao polo, junto com o irmão mais novo, enquanto o pai “negocia nas ladeiras”, como ela mesma diz, e conta o que mais gostou de fazer junto com os educadores. “O mais legal que eu fiz aqui foi tocar um instrumento”, contou. A comerciante Eduarda Fernandes, que trabalha no Carnaval de Olinda há três anos e não tinha onde deixar a filha Emily de dois agradeceu pela iniciativa. “Eu deixava ela com a avó, mas este ano a avó está doente, então eu soube desse espaço pela minha cunhada e vim deixar ela aqui para poder trabalhar e achei muito bom”, explica.

Cerca de 40 educadores, divididos em turnos, realizam o serviço de sensibilização pelas ruas e ao todo 130 pessoas trabalham no espaço.

Confira a programação do Polo Infantil no domingo

Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda
Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda

Já começou a alegria no Polo Infantil! Pode trazer os filhos, sobrinhos, primos… A programação está show! E você, vem?

#‎Olinda‬, melhor de se viver, maior curtição do nosso ‪#‎carnaval‬! Confira a programação completa das agremiações e dos polos do #CarnavalDeOlinda: http://carnaval.olinda.pe.gov.br/carnaval-2016/programacao

Confira o Polo Infantil nesse sábado

Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda
Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda

É folia para todas as idades! A criançada que vier curtir o ‪#‎Carnaval2016‬ vai adorar o Polo Infantil, que terá a tradicional programação na Praça do Carmo. O local será a concentração de vários grupos e troças para a criançada, de sábado à terça-feira. Oficinas de dança, contação de histórias, shows, brincadeiras de roda, desfiles de agremiações e bonecos gigantes fazem parte das atividades do polo.

Esse ano contaremos também com momentos pedagógicos sobre o coco e brinquedos de capoeira, com o pesquisador e professor José Ataíde.

‪#‎Olinda‬, melhor de se viver, maior curtição do nosso carnaval! Confira a programação completa das agremiações e dos polos do ‪#‎CarnavalDeOlinda‬: http://carnaval.olinda.pe.gov.br/carnaval-2016/programacao

Polo Infantil diverte crianças na Praça do Carmo

Foto: Marcelo Soares/Pref.Olinda
Foto: Marcelo Soares/Pref.Olinda

 

A garotada encontra na Praça do Carmo um verdadeiro espaço de diversão para brincar o Carnaval. Por lá, a animação é garantida, diariamente, das 9h às 17h. Ao longo de todo o dia, há diversas oficinas manuais, tais como reciclagem com garrafas PET, produção de máscaras e bolas artísticas e de maquiagem. A estimativa da Prefeitura de Olinda é de que mais de três mil crianças tenham circulado pelo local neste domingo (15).

Um dos serviços fundamentais do espaço é a identificação das crianças com pulseiras, onde se pode ler o nome dos pais e um telefone de contato. Além disso, é possível participar gratuitamente de oficinas de percussão e dança popular. Brinquedos com estrutura temporária também foram montados na Praça do Carmo. Tudo para entreter os pequenos e estimular os futuros foliões a se vestir com cores e fantasias e conhecer o Carnaval olindense.

Há pelo menos quatro anos, a turismóloga pernambucana Giuliana Victor traz a filha Maria Luiza para o Polo Infantil. “Todo ano eu trago desde que ela tinha cinco anos. Hoje, ela está fazendo a oficina de reciclagem, mas se eu deixar faz tudinho. Amanhã ela vem com as coleguinhas e minha sobrinha. A gente já viu o bloco Enquanto Isso na Sala da Justiça e se ela aguentar andamos mais um pouquinho hoje”, afirma.

Na segunda-feira de Carnaval, o destaque no Polo Infantil vai para o Afoxé Alafim Mimi e o Axé da Lua. Na terça-feira, é a vez do grupo percussivo Griô e o arrastão com bonecos mirins e o maracatu Estrela de Olinda.

Ainda na Praça do Carmo, há o Polo Folia Cidadã que beneficia crianças e jovens com atividades recreativas direcionadas especialmente para os filhos de comerciantes que trabalham durante os dias de Momo. A ação visa o enfrentamento ao trabalho infantil e o combate ao abuso sexual. São providenciadas quatro refeições ao dia para os jovens acolhidos no espaço, além de oficinas de pintura, produção de fantasias, fabricação de adereços e oficinas de dança. O atendimento é realizado por coordenadores pedagógicos, assistente social, psicóloga, educadores sociais, cuidadores, oficineiros, recreadores, vigias, apoios administrativos e serviços gerais.

Segunda-feira (16)

9h AFOXÉ ALAFIM MIMI

10h Oficina de Percussão

11h Eu acho é pouquinho

12h Estrelinha de Olinda

13h Afoxé Orixalá Fum Fum

14h Oficina de Dança Popular (Maracatu)

15h Axé da Lua

16h Bonecos Mirins

17h Encerramento

Terça-feira (17)

9h Coco do Miudinho

10h Lordinho

11h Oficina de Percussão

12h Griô

13h Afoxé Povo dos Ventos (cadeirantes)

14h Oficina de Dança Popular (frevo)

15h Maracatu Estrela de Olinda

16h Bonecos Mirins

17h Encerramento

 

Polo Infantil garante o #Carnaval da criançada

Hoje a folia em Olinda tem espaço garantido para a criançada. No Polo Infantil, que fica na Praça do Carmo, há uma estrutura com pula-pula, espaço para brincadeiras e atividades lúdicas, além do palco onde se apresentarão diversas atrações.

Para o Sábado de Zé Pereira, diversas atividades estão programadas:  12h30, Frevo Contando historinhas; 13h, Patusquinho; 14h, Brincadeira de Roda e historinhas; 14h30, Oficina de Dança – Frevo; 15h30, Afoxe Oxun Pandá; 16h30, Futebol / Desfile de bonecos Mirins. As programão termina às 17h.

Os comerciantes que forem trabalhar no Carnaval de Olinda também podem contar com a Tenda da Cidadania, que fica na parte de trás da Praça do Carmo, no Sítio de Seu Reis. No local, atividades recreativas serão coordenadas por educadores sociais.

No local, as crianças e jovens atendidos, que deverão ser cadastrados pelos pais no início do dia, participação de atividades recreativas e oficinas, além de receber quatro refeições diárias (dois lanches, almoço e jantar). A capacidade de atendimento por dia é de até 150 crianças e adolescentes.

As crianças menores de quatro anos levadas até a Tenda da Cidadania serão encaminhadas à Casa de Passagem e Diagnóstico de Olinda, que fica na Avenida Beira Mar, em Bairro Novo. No local, elas terão atendimento apropriado longe da folia.

Durante todo o Carnaval, 40 educadores sociais estarão nas ruas para identificar e resgatar crianças e jovens em situação de rua, trabalho infantil, uso de drogas e/ou exploração sexual. Quem for encontrado em uma dessas situações será encaminhado ao Centro de Referência da Infância e Adolescência (CRIA), que fica em Casa Caiada.

Crianças caem no frevo no Polo Infantil

Polo infantil. Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda
Polo infantil. Foto: Jan Ribeiro/Pref.Olinda

Arte educadoras ensinam variados passos de frevo para os pequenos foliões na grande tenda montada na Praça do Carmo

O Polo Infantil montado, no meio da Praça do Carmo, chama a atenção por sua irreverência e descontração. A criançada que passa pela tenda começa a observar o movimento e logo é cativada pela diversão com as sobrinhas coloridas.

Ao som do frevo, as arte educadoras ensinam os primeiros passos da tradicional dança carnavalesca aos pequenos foliões que, sem medo, colocam em prática o que aprenderam na frente de todos. Acompanhados dos pais, que também não ficam parados, a meninada se solta, brinca e pula o carnaval como gente grande.

No início, os pequenos sentem um pouco de receio ao ter o primeiro contato com os movimentos do frevo, mas isso não é um grande problema, pois a primeira lição é a calma e paciência para aprender. Passos como a “dobradiça”, “tesoura”, “ferrolho” e “parafuso” começam a ganhar vida nos pés da criançada, junto a alegria de dançar com a sobrinha na mão.

Para os pais da pequena Catarina Cabral, de apenas dois anos, o Polo Infantil é uma oportunidade de mostrar o carnaval para a filha, sem se arriscar muito na multidão. “Com uma criança não dá para se aventurar muito pelas ladeiras. Por isso, preferimos ficar aqui, que é mais tranqüilo”, conta Silvana Cabral, mãe de Catarina.

Crianças têm espaço garantido no Carnaval de Olinda

Pais podem trazer seus filhos para o Polo Infantil e a alegria é garantida. - Foto: LailaSantana/Pref.Olinda
Pais podem trazer seus filhos para o Polo Infantil e a alegria é garantida. - Foto: LailaSantana/Pref.Olinda

Quem disse que criança também não pode brincar carnaval? Pois, em Olinda, elas têm um espaço garantido só para elas. É o Polo Infantil instalado na Praça do Carmo. Lá o circo está armado. Crianças tomam conta do picadeiro. Palhaços, piratas, baianas, bailarinas, meninos aranha e meninas maravilha enchem de cores e alegria o Polo Infantil. Local de encontro de famílias, hora de afagos e carinhos entre os pequenos foliões. Oficinas de dança, de pintura e arte com balão. Pra ninguém se perder, pulseirinha de identificação.