jQuery(document).ready(function($){$('#aside .widget-archive > ul').addClass('fancy');});

Prefeitura de Olinda divulga os números do carnaval 2012

Bloco da Paz descendo a ladeira da Rua 15 de Novembro. Foto: Jan Ribeiro/Pref. Olinda
Bloco da Paz descendo a ladeira da Rua 15 de Novembro. Foto: Jan Ribeiro/Pref. Olinda

Blocos, passistas, orquestras de frevo, bonecos gigantes, cortejos, encontros de maracatus rurais, shows, polos. O Carnaval de Olinda é conhecido por ser uma grande festa popular de rua e em 2012, o público que foi ao Sítio Histórico teve o melhor desta festa. Um total de 800 blocos e 500 orquestras itinerantes fizeram a alegria do folião e toda esta quantidade de agremiações, desfiles e shows torna até difícil escolher os pontos de destaque deste carnaval.

Dentre toda a programação, os desfiles históricos dos blocos que comemoraram aniversários de datas redondas com certeza abrilhantaram ainda mais a festa. O Vassourinhas comemorou 100 carnavais e participou de encontro inédito com o Clube Vassourinhas do Recife na terça-feira. O clube Elefante de Olinda completou 60 anos; a troça Ceroula, 50; Patusco, 50; enquanto a Marim dos Caetés celebrou 30 anos. Sem contar o mais famoso folião da cidade, o Homem da Meia Noite, que completou 80 anos e desfilou no sábado e na segunda-feira. O Cariri, que tem 91 carnavais, desfilou pela primeira vez na terça-feira de Carnaval à noite, fechando a festa.

Um dos destaques do Carnaval 2012 de Olinda foi a vasta opção de músicos que se apresentaram nos polos localizados não apenas no Sítio Histórico, mas em diversos bairros de Olinda. Um total de 15 polos foi montado pela Prefeitura de Olinda com o objetivo de descentralizar a folia além de oferecer uma boa estrutura para artistas pernambucanos e nacionais.

Os polos Infantil, Samba, Maracatus e Afoxés, Guadalupe, Fortim, Bonsucesso, Amaro Branco e Sítio de Seus Reis ficaram localizados em diferentes áreas do Sítio Histórico. Os demais polos foram localizados nos bairros de Rio Doce, Peixinhos, Bultrins, Salgadinho, Polo Casa da Rabeca do Brasil, Afro Nação Xambá e Ouro Preto, que também tiveram desfile de agremiações de fantasias. Elefante, Marim dos Caetés, Pitombeira, entre outros visitaram os bairros de Rio Doce e Peixinhos.

Alceu Valença, Orquestra Contemporânea de Olinda, Zuza Miranda, Orquestra Rockfônica, Maracatu Nação Pernambuco, Tito Lívio, J. Michilis, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, China, Roger Man e Ska Maria Pastora, Karina Buhr, Jorge Riba, Eddie, Mesa de Samba Autoral, Gerlane Lopes, Família Salustiano e Rabeca Encantada, Ortinho, Claudionor Germano, Som da Terra, Quinteto Violado foram nomes que se apresentaram nos polos, que tiveram um total de 160 apresentações durante os quatro dias de Carnaval.

PATRIMÔNIO – Como já é tradição, a Secretaria de Patrimônio e Cultura de Olinda protegeu os prédios históricos da cidade com tapumes, além de informativos explicando para a população e visitantes o porque das interdições. Já as praças foram protegidas com cercas. Durante os quatro dias de Carnaval, nenhum dano foi registrado contra o patrimônio histórico de Olinda.

POLO INFANTIL – No Pólo Infantil o destaque foi dado para a programação diversificada que incluía oficinas de percussão, dança popular, maquiagem artística, bolas com arte, reciclagem com pet e confecção de máscaras e mini-estandartes. Vários blocos infantis como o “Eu acho é Pouquinho” e o “Patusquinho” fizeram apresentações voltadas para a criançada. Foram cadastradas com pulseira de identificação 10.122 crianças durante os quatro dias de folia.

SERVIÇOS

TURISMO – De acordo com a Secretaria de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia, foram ocupados cerca de 95% dos leitos disponíveis na rede hoteleira de Olinda. Aproximadamente, 2,1 milhão de foliões visitaram a cidade durante os quatro dias de Carnaval.

O Click Digital esteve disponível no Parque do Carmo com serviços gratuitos de customização, maquiagem e fotografia. O espaço contou com 9.181 visitantes.

ATENDIMENTO MÉDICO – Em 2012, a Secretaria de Saúde de Olinda registrou 1.620 atendimentos no Serviço de Pronto-Atendimento SPA-Adulto, SPA-Infantil, Policlínica Barros Barreto, SAMU e Hospital Tricentenário. Suturas, curativos, drenagens e remoções foram alguns dos procedimentos disponibilizados nos centros de saúde. Nenhum óbito foi registrado pelas unidades. A UPA Olinda realizou uma média de 250 atendimentos/dia.

Mais de 432 mil preservativos foram distribuídos DURANTE OS QUATRO DIAS DE CARNAVAL. Equipes de Redutores de Danos, com cerca de 80 agentes/dia, se revezaram no trabalho de conscientização dos foliões e distribuição de folders e camisinhas.

A novidade este ano foi o teste rápido da identificação do HIV positivo. Foram realizados 568 testes nos quatro dias. Essa iniciativa foi uma parceria da Secretaria de Saúde de Olinda e Ministério da Saúde, com apoio da Secretaria Estadual de Saúde.

Durante o carnaval foram realizadas 1.812 inspeções da Vigilância Sanitária, com 362 apreensões. A equipe de profissionais também realizou 2.414 ações educativas, como por exemplo orientações e inspeções para barraqueiros.

POLÍTICAS SOCIAIS – A Secretaria de Desenvolvimento Social desenvolveu um conjunto de ações de prevenção e proteção social a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social e atendimento à mulher.

O Espaço Folia Cidadã, uma iniciativa implantada em 2009 pela Prefeitura de Olinda, foi criada para abrigar os filhos dos comerciantes informais que trabalham nos dias de carnaval. Este ano o local recebeu 340 crianças e adolescentes durante os quatro dias de folia, que se divertiram com atividades recreativas como oficinas da dança, pintura e percussão. O espaço contou com o suporte de educadores sociais, assistente social, psicóloga, oficineiros, recreadores, cuidadores, motoristas, auxiliares, no horário das 10h às 22h. As ações foram desenvolvidas em parceria com os Conselhos Tutelares de Olinda, Governo do Estado/Secretaria da Criança e Juventude e apoio da Guarda Municipal de Olinda e da Polícia Militar de Pernambuco.

GUARDA MUNICIPAL E 7ª DELEGACIA SECCIONAL DE OLINDA – Durante a festa de Momo, a 7ª Delegacia Seccional de Olinda, que coordena 05 delegacias no município (Varadouro, CIAtur, Casa Caiada, Peixinhos e Rio Doce), fez o registro dos seguintes procedimentos lavrados:

  • 18 detenções
  • 19 ocorrências entre Termo Circunstanciado de Ocorrência e flagrante
  • 20 lesões corporais
  • 162 furtos e roubos. Desse total, 80% são furtos (celular, carteira)

A Guarda Municipal de Olinda trabalhou com um efetivo de 109 pessoas e realizou ações de segurança nos focos de folia, entre elas, prevenção de danos ao patrimônio, auxílio ao cidadão, averiguação de denúncias diversas e apoios a ações de secretarias da Prefeitura de Olinda. A Guarda registrou ainda 30 boletins de ocorrência na Delegacia Virtual, com predominância para o serviço de achados e perdidos. Até o momento, foram registrados documentos perdidos de 780 pessoas.

Quem perdeu documentos durante a folia, pode consultar o http://carnaval.olinda.pe.gov.br/documentos-perdidos para verificar se está na Guarda Municipal, situada à Rua Siqueira Campos, s/n, no Varadouro, ou pelos telefones: 3429.2947/ 33051153. Quem comparecer a Guarda Municipal poderá recuperar o documento. O horário de funcionamento: quarta de Cinzas até às 15h e nos próximos dias das 8h às 18h.

LIMPEZA URBANA – A Prefeitura de Olinda preparou um esquema especial de limpeza para a folia de Momo. Como nos anos anteriores, a Secretaria de Serviços Públicos realizou serviços de varrição, lavagem, remoção e coleta por todo o Sítio Histórico e Pólos de Animação.

Foram recolhidas aproximadamente 200 toneladas de lixo do sábado de Zé Pereira até a terça-feira de Carnaval. Os números referem-se à coleta feita no Sítio Histórico. Foram coletados 5 mil quilos de lixo reciclável nos quatro dias. A secretaria utilizou 256 mil litros de água e aproximadamente 2,4 mil litros de essência concentrada de eucalipto para a lavagem das ruas que fizeram parte do circuito do Carnaval.

Em média, a ação envolveu por dia 360 homens. Um total de 273 cabines sanitárias foram instaladas no Sítio Histórico e 02 cabines para portadores de necessidades especiais. Já a higienização e desodorização das cabines sanitárias foi realizada por 90 pessoas durante 24 horas por dia.

FISCALIZAÇÃO SOM ELETRÔNICO – A Secretaria de Assuntos Jurídicos e Defesa da Cidadania montou um esquema especial para atender as denúncias da utilização de aparelho sonoro acima do limite permitido pela legislação municipal (5.306/2001). Uma equipe formada por procuradores, assessores jurídicos e apoio técnicos, um total 14 pessoas, além do reforço da guarda Municipal, Polícia Militar, Secretaria Executiva de Controle Urbano, ficaram de plantão na secretaria para atender todas as denúncias durante os quatro dias de folia momesca. Foram lavrados 03 autos de intimação e 22 denúncias.

TRÂNSITO E TRANSPORTE – O serviço de Estacionamento Legal mais uma vez se consolida como meio de conforto, mobilidade e acessibilidade aos foliões no Carnaval de Olinda. Os foliões que estacionaram seus veículos no espaço do Memorial Arcoverde se deslocaram sem problemas até o foco da animação, na Praça do Carmo. Durante os quatro dias de Carnaval, aproximadamente 10 mil veículos utilizaram o Estacionamento Legal. A Secretaria de Transporte colocou 15 ônibus à disposição para esse serviço.

Ainda foram registrados 25 acidentes, nenhum com vítima fatal. Foram lavradas 1.400 multas, com foco principal no estacionamento irregular, contra-mão e falta de habilitação. Cerca de 380 pessoas trabalharam no controle do trânsito de Olinda.

A retirada dos bloqueios será realizada até as 14h da Quarta-Feira de Cinzas.

CONTROLE URBANO – Com cerca de 400 agentes de Controle Urbano, avançamos na organização do comércio informal, possibilitando a liberação das vias para os desfiles das agremiações durante o Carnaval de Olinda.